Notícias UNIPAC

Alunos da UNIPAC Lafaiete fazem visita técnica em Usina Nuclear de Angra dos Reis

Os alunos dos cursos de Engenharia Elétrica e Engenharia de Controle e Automação fizeram, em setembro, uma visita técnica à Usina Nuclear de Angra dos Reis (RJ). Visitas como essa permitem aos alunos uma vivência profissional em empresas correlatas à sua área de formação. A Usina Nuclear engloba um polo avançado de tecnologia para geração limpa de energia.

A Usina utiliza de diversos conceitos na área de geração de energia, bem como controle e automação puderam ser observados pelos alunos, consolidando assim, os estudos realizados em sala de aula.

Segundo o coordenador dos cursos de Engenharia Elétrica e Controle e Automação, Emerson Tavares “a visita técnica é uma experiência muito enriquecedora, uma vez que propicia ao estudante a oportunidade de vivenciar o cotidiano do profissional dentro de sua área de atuação. É o momento em que o aluno vê as possibilidades de atuação, o que contribui para seu direcionamento acadêmico/profissional. A visita às instalações da Usina Nuclear de Angra foi de grande importância, por se tratar de uma empresa que é referência na área de engenharia”, explicou.

Já para a aluna Nayara Chagas, “vivenciar uma experiência como a visita técnica à Usina Nuclear é, sem dúvida, algo indescritível. Poder estar dentro da única usina nuclear aberta para visitação no mundo, observando cada detalhe de como é realizado todo processo de geração de energia e controle geral do sistema foi agregador à minha gama de conhecimentos. Acredito que ter a oportunidade de conhecer uma usina nuclear é de grande valia a todo estudante, afinal são nessas horas que é possível observar toda a teoria estudada em sala, transformando-se em prática. É valido mencionar ainda, o quanto se aprende com as pessoas que ali estão e que não hesitam em lhe demonstrar o vasto conhecimento que possuem em diversificadas áreas. É válido salientar minha gratidão aos professores Alex e Jim Jones pela disponibilidade de nos acompanhar durante a viagem, a professora Nathalia por idealizar a viagem e também ao coordenador Emerson Tavares pela disponibilidade em organizar a mesma. Foi gratificante e engrandecedor participar desta incrível experiência, afinal, o conhecimento, uma vez adquirido, não é passível de perda”, afirmou a estudante.