Notícias UNIPAC

Revista Mental do UNIPAC é reativada com publicações semestrais

Com foco em pesquisa e inovação, o UNIPAC reativou a Revista Mental, publicação científica periódica semestral, que teve sua primeira edição em 2003. O objetivo é dar visibilidade a pesquisas realizadas na área da Saúde Mental, promovendo o intercâmbio de experiências e conhecimento. Sua reativação se deu este ano, e já estão disponíveis as edições especiais de janeiro de 2017, julho de 2017 e janeiro de 2018.

A revista está indexada no portal de Periódicos Eletrônicos em Psicologia – Pepsic, a maior base de artigos científicos em Psicologia da América Latina, e é classificada pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – CAPES, do Ministério da Educação, como Qualis B2. Todo artigo científico passa por um sistema de avaliação da CAPES, que classifica revistas científicas em A, B ou C. As melhores, com conceito A, são internacionais. No Brasil, as publicações mais relevantes levam conceito B1 ou B2.

A Revista Mental conta com um corpo editorial composto por pesquisadores das mais renomadas instituições de ensino do Brasil, e, segundo sua editora, a professora e coordenadora do curso de Psicologia do UNIPAC Barbacena, Kennya Azevedo, uma publicação científica tão bem qualificada pela CAPES é motivo de comemoração para a Instituição. “A retomada da Revista demonstra a dedicação do UNIPAC para com os estudos acadêmico-científicos voltados para a saúde mental nos mais diversos aspectos, e estarmos presentes na maior base de periódicos em psicologia da América Latina, é o reconhecimento de todo o trabalho desenvolvido pela equipe UNIPAC, além de nos trazer visibilidade. Os nossos discentes, tanto da graduação quanto da pós-graduação, voltam a ter acesso a artigos inéditos produzidos, como também podem inscreverem suas próprias produções, tendo como referência uma revista com potencial científico. ”, comemorou Kennya.

 

Sobre a revista

A Revista Mental constitui-se em espaço especialmente voltado para acolher estudos de interface a temas de saúde mental, sendo um periódico dirigido à investigação em psicologia dos processos de subjetivação e tem como missão difundir conhecimentos.

Reúnem-se assim, preferencialmente, contribuições de psicanálise, da psicologia social de extração histórico-crítica, bem como fenomenologia, sob a forma de artigos, conferências, resenhas, ensaios, entrevistas e debates. Estudos que avaliam e discutem a pertinência ética relativa a esse campo interdisciplinar compõem a vertente da Revista. Seu projeto é se constituir como espaço editorial de aglutinação e consolidação de pesquisadores que se preocupam com tais problemas.

 

Para conferir as regras e orientações para publicação, além dos artigos produzidos na Revista Mental, CLIQUE AQUI!